Eu não deveria estar escrevendo isto

Mas como sempre, não tenho ninguém com quem conversar, então Flores, lá vamos nós novamente.
Acho que minha vida nunca esteve tão confusa como está agora. Acho que nunca odiei tanto as férias de verão como estou odiando esta. Eu sei que isto ficaria bem mais intenso e interessante aos olhos de quem lê se eu transformasse os fatos em contos, histórias, mas não estou com o mínimo de saco, muito menos de inspiração, pra transformar essa vidinha de merda em qualquer coisa que preste, portanto, caso você não queira ler uma porcaria qualquer escrita por uma adolescente qualquer em plena crise existencial, sugiro que pare por aqui mesmo e vá ler algo que realmente seja bom, que acrescente algo na sua vida.
Talvez eu nunca tenha me sentido tão sozinha.
Tão desprotegida.
Ou... sei lá, tão vazia... Tão sem propósito. Tão sem emoções a serem vividas.
A rotina tediosa virou um vicio do qual eu quero, preciso, sinto gana em me livrar, mas não consigo. Como se estivesse sendo o carcereiro e o prisioneiro ao mesmo tempo.
Não aguento mais esse lugar, essas cores, essa gente, essa situação deplorável a minha volta. Em momentos piores, chego a pensar que a minha vida não passa de um balão cheio de ar, só de ar, mais nada.                                     

1 sonhos:

× K × 8 de fevereiro de 2011 20:48  

Então temos que mudar isso. ;D

Postar um comentário

Flores Inconstantes.. Tecnologia do Blogger.